"Vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder... e clamou fortemente, com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilónia, e se tornou morada de demónios"; "E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo Meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas." Apoc. 18:1, 2,4.

terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

O Pecado Que é Para Morte


Este assunto tem sido tema de algumas discussões entre os cristãos. Por um lado em I João, é-nos dito que não deveríamos orar pelos irmãos que estão cometendo pecado que é para morte, mas por outro, parece ficar a dúvida: como saber quando alguém o está cometendo? Vamos analisar o tema à luz da Palavra de Deus.

Está escrito: “Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore. Toda a iniquidade é pecado, e há pecado que não é para morte.” I Jo. 5:16,17. João, irmão de Tiago, é categórico!

Se eu vir alguém cometendo pecado que não é para morte, deverei orar, interceder, mas se esse pecado for para morte, não. A oração não serve para mudar a opinião de Deus, mas sim para intercedermos por nós mesmos ou por alguém, ou seja, pedirmos a Deus no lugar de alguém (I Tm. 2:1). Deus não actua pela força em cada um de nós como o faz Satanás. Ele está ansioso por nos ajudar, e ouvir um pedido de socorro para poder actuar de uma forma mais profunda em nossas vidas. Parece então que o pecado que é para morte, se refere a um estado da vida espiritual, em que não adianta mais interceder por uma pessoa. Essa pessoa morreu espiritualmente para toda a eternidade, terminou o tempo da graça para ela. O próprio Jesus falou a respeito deste pecado, dizendo:

“Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfémia se perdoarão aos homens; mas a blasfémia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.” Mt. 12:31,32. Mas o que é realmente o pecado que é para morte, ou o pecado contra o Espírito Santo?! Que exemplos existem na bíblia? Está escrito:

“Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo, E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério. Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus; Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.” Hb. 6:4-8.

Paulo está a falar para os hebreus. João falou para os irmãos da fé, Jesus falou para o povo Judeu. Isto é, todos estes textos se referem, em primeiro lugar, àqueles que tenham recebido o Espírito Santo, que tiveram o conhecimento da verdade, mas permitiram que Satanás arrancasse e destruísse em seus corações a semente do evangelho (Mt. 13:19-23). Por outro lado, estes textos têm também a sua aplicação em todos aqueles que tiveram conhecimento de parte da verdade, ou até mesmo somente a influência do Espírito Santo em suas consciências (Rom. 2:12-16), a qual acabaram por rejeitar.

Pedro vai ainda dar um exemplo mais claro, e acrescentar uma explicação em forma de provérbio:

“Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prémio da injustiça. (…) Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vómito, e a porca lavada ao espojadouro de lama. ” II Pe. 2:15, 20-22.

Pedro apresenta o caso de Balaão, e de todos aqueles que seguiram pelo mesmo caminho. Balaão era profeta de Deus, mas o orgulho, o egoísmo, e a cobiça, tal como em Lúcifer (Ez. 28:11-19), tomaram de tal forma o lugar de Jeová, que ele ousou desobedecer-Lhe, erguendo-se em rebeldia aberta contra o Criador. Balaão, pelo preço dos encantamentos (Nm. 22:7), arriscou perder a vida eterna. Judas pelo preço de trinta moedas (Mt. 27:3-5), traiu seu Mestre e Senhor Jesus Cristo. Ananias e Safira, por parte do preço de um terreno ousaram mentir contra o Espírito Santo (At. 5:1-10). Saul ousou por várias vezes desafiar a Deus, desobedecendo-Lhe abertamente, até que o Espírito de Deus se retirou dele (I Sm. 16:14). Satanás possuiu seu coração ao ponto de Saul consultar uma feiticeira (cap. 28).

Depois que alguém ande pelo caminho da verdade, e o abandone, para andar por caminhos maus, ou quem sabe, pelos seus maus caminhos de outrora, peca contra o Espírito Santo, peca para morte, o seu caso está julgado e não tem mais hipótese nenhuma de salvação. Por isso João disse que “por esse não digo que ore”.
Que cada um de nós possa prestar atenção, cada momento do dia, àquele que sempre nos guia: o Espírito Santo, e possamos estar dispostos a seguir na direcção que Ele nos mostrar:
"E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda." Is. 30:21.
"Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles que rejeitaram o que na terra os advertia, muito menos nós, se nos desviarmos daquele que é dos céus" Hb. 12:25.

Sem comentários:

Não Deixes de Ler:

- A Bíblia Sagrada.



- A série O Grande Conflito, de Ellen White, composta por cinco livros, os quais tratam da história do trato de Deus com o Seu povo, desde o princípio até ao porvir:Patriarcas e Profetas, Profetas e Reis, O Desejado de Todas as Nações, Actos dos Apóstolos, O Grande Conflito (ou A Grande Controvérsia).



Um Resgate Pleno e Completo

"Por meio de Cristo provê-se ao homem tanto a restauração como a reconciliação. O abismo produzido pelo pecado foi transposto pela cruz do Calvário. Foi pago por Jesus um resgate pleno e completo, em virtude do qual o pecador é perdoado e mantida a justiça da lei. Todos os que crêem que Cristo é o sacrifício expiador podem chegar a Ele e receber o perdão dos pecados; pois pelos méritos de Cristo, franqueou-se a comunicação entre Deus e o homem. Deus pode aceitar-me como filho Seu, e eu posso reclamá-lo como meu Pai amoroso e nEle me regozijar."- Review and Herald, 1 de abril de 1890.



Queres ser feliz?
"O coração humano não conhecerá felicidade enquanto não se submeter a ser moldado pelo Espírito de Deus."Ellen White, Eventos Finais, Pág. 65.


A cada instante... sob a direcção do Espírito
“Não há um impulso de nossa natureza, nem uma faculdade do espírito ou inclinação do coração, que não necessite de achar-se a todo o instante sob a direcção do Espírito de Deus. … Portanto, por maior que seja a luz espiritual de alguém, por mais que goze do favor e bênção de Deus, deve andar sempre humildemente perante o Senhor, rogando pela fé que Deus lhe dirija todo o pensamento e domine todo impulso.” Ellen White, Mensagens aos Jovens, pág. 62.


Como é que se opera a transformação do carácter?
“O conhecimento de Deus, segundo a revelação dada em Cristo, eis o que devem ter todos quantos se salvam. É o conhecimento que opera transformação no carácter. Recebido, esse conhecimento recriará a alma à imagem de Deus. Comunicará a todo o ser um poder espiritual que é divino.” Minha Consagração Hoje – Meditações Matinais , pág. 293.





NEM UMA HORA SEM ORAÇÃO
“Satanás está bem ciente de que a mais débil alma que permaneça em Cristo é mais que suficiente para competir com as hostes das trevas, e que, caso ele se revelasse abertamente, seria enfrentado e vencido. Portanto, procura retirar das suas potentes fortificações os soldados da cruz, enquanto jaz de emboscada com as suas forças, pronto para destruir todos os que se arriscam a penetrar em seu terreno. Unicamente com humilde confiança em Deus, e obediência a todos os Seus mandamentos, poderemos achar-nos seguros.
Ninguém, sem oração, se encontra livre de perigo durante um dia ou uma hora que seja. Especialmente devemos rogar ao Senhor sabedoria para compreender a Sua Palavra. Ali estão revelados os estratagemas do tentador, e os meios pelos quais se pode a ele resistir com êxito.” Ellen White, O Grande Conflito, pág. 535, cap. Os ardis de Satanás


DIVULGA!

Se tens apreciado este blogue, partilha com os teus amigos!
http://caiubabilonia.blogspot.com/