"Vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder... e clamou fortemente, com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilónia, e se tornou morada de demónios"; "E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo Meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas." Apoc. 18:1, 2,4.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Bento XVI em Lisboa e Porto

Construir um altar no Terreiro do Paço, Lisboa, simplesmente para Bento XVI poder falar directamente para os portugueses, é o cúmulo do luxo e ostentação! Em tempo de crise, gastar 200 mil euros em tal coisa, é até um atentado à razão e ao bom senso. É um desrespeito completo aos mais desfavorecidos, e um paradoxo, para aquele que diz ser representante de Cristo!


Mas afinal de contas quem é o papa para que se chegue a este ponto? Poder-se-ia nomear uma tal recepção a alguma outra ilustre figura que tenha visitado Portugal?

Não é de estranhar que assim se faça.

A sociedade portuguesa está, infelizmente, dominada pela idolatria. Assim se fez no passado, quando fortunas foram gastas para adornar os lugares de culto da religião católica e alimentar o ócio da respectiva hierarquia. Isto é um sinal claro de que política e religião continuam unidas, mas sem dar muito nas vistas.

Por detrás dos bastidores, políticos e religiosos vestem as mesmas batas e falam a mesma língua, os objectivos e ideais são os mesmos. A maçonaria veste-se de fato e gravata, e também de batina…

O patriarcado de Lisboa deveria ter vergonha de pedir mecenas para algo completamente destituído de nobreza e altruísmo. O próprio papa Bento XVI e seus conselheiros se deveriam sentir indignados por semelhante aberração. Enfim, já é hábito dos papas assim fazerem, e algo inferior a isso seria demasiado humilhante.

Mas que diferença entre Cristo e o papa! Que distância tão grande, como a que vai do céu à terra! Jesus Cristo, sendo o próprio Filho de Deus, viveu nesta terra de uma forma humilde, sem distinções nem insígnias. Passou privação, foi perseguido, desprezado, rejeitado, experimentado nos trabalhos, sem nunca ter exigido regalias ou privilégios. Tudo fez para salvar a humanidade, e entregando-se por cada um de nós, morreu na cruz (Is. 53; Mat. 9:35-37; 26 e 27).

Podemos até imaginar o contraste que seria entre Jesus passar no Terreiro do Paço a pé ou, quem sabe, de bicicleta, ou mesmo num automóvel comum, ou então num burrinho como quando entrou em Jerusalém (Mat. 1-11), e o papa no seu “papa móvel”, com toda a pompa e circunstância, e respectivos “capangas”.

Ao ler sobre esta notícia, fiquei indignado pelas falsidades ali apresentadas.

“O designer Jorge Assis olhou para os seixos do rio Tejo, partiu um deles a meio e surgiu a cobertura do altar da missa que o Papa Bento XVI celebrará em Lisboa, no próximo dia 11 de Maio, ao final da tarde. O motivo inspirador tem também a ver com a frase de Jesus, quando este diz ao apóstolo Pedro, que “sobre esta pedra” edificará a sua Igreja.”

(Fonte: http://www.publico.pt/Sociedade/altar-do-papa-em-lisboa-inspirado-nos-seixos-do-tejo_1425168)

É completamente anti-bíblico e anticristo querer colocar o papa, seja ele qual for, ao nível de Cristo. "Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho." I Jo. 2:22.

Ao colocar-se o papa como representante de Deus na Terra e fundamento da igreja cristã está automaticamente a negar ao Pai e ao Filho - Cristo. O apóstolo Pedro nunca teve essa pretensão, nem tão pouco foi desta forma considerado pelos cristãos do seu tempo.

Está escrito:

"Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo." I Cor. 3:11.

"Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo." Ef. 4:15.

"Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina." At. 4:11.

O papa não é senão o representante de Satanás, o qual quis ser igual a Deus e por isso foi expulso do céu:

"Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo." Is. 14:14.

Ao venerarem o papa, as multidões estão a venerar o próprio Satanás!

(Ver mais em: http://caiubabilonia.blogspot.com/2010/03/representante-de-cristo.html)

Por outro lado, fiquei impressionado com a ingenuidade (ou devo dizer intencionalidade?) com que este projecto foi concebido:

“Partimos de uma pedra típica de Lisboa” para fazer o palco, diz ao PÚBLICO Pedro Castro, administrador da Multilem, onde o projecto foi concebido. O altar ficará colocado por cima do Cais das Colunas – ou seja, o Papa presidirá à missa de costas para o rio, com o arco da Rua Augusta em frente. “Quem vir de longe, terá a sensação de que o altar está dentro de água.” Também a cor azul da alcatifa que cobrirá o chão se inspira no Tejo e no mar.”

(Fonte: http://www.publico.pt/Sociedade/altar-do-papa-em-lisboa-inspirado-nos-seixos-do-tejo_1425168)

De facto, esta descrição insere-se perfeitamente no quadro de Apocalipse 13, que nos fala da besta que sai do mar, isto é, o anticristo, o papado.

Na imagem apresentada em baixo, podemos ver as semelhanças que existem entre o altar que estará no Terreiro do Paço, e o pôr-do-sol no mar.

(Fonte:http://www.publico.pt/Sociedade/altar-do-papa-em-lisboa-inspirado-nos-seixos-do-tejo_1425168)

O papa não é senão um moderno sacerdote do deus sol, religião romana infiltrada no 4º séc. d.c. na religião cristã, por isso é que o sol surge tão frequentemente na liturgia católica:


Outra falsidade apresentada foi a seguinte:

“Foi dali que os portugueses saíram a anunciar o evangelho”, acrescenta Pedro Castro, sobre os motivos inspiradores.”

(Fonte: http://www.publico.pt/Sociedade/altar-do-papa-em-lisboa-inspirado-nos-seixos-do-tejo_1425168)

Sejamos sinceros! Os portugueses foram anunciar o evangelho, ou foram antes impor uma religião, matar e explorar?! Uma ditadura religiosa…

No entanto, não só em Lisboa como também no Porto, na Avenida dos Aliados, haverá um altar onde Bento XVI se apresentará:

“A verba que a Câmara do Porto vai investir no evento ainda não está totalmente definida, mas fonte da autarquia garantiu ao CM que 'não será inferior a 300 mil euros’.

Entre os investimentos previstos estão um palco para o altar, colunas de som em todo o espaço e quatro ecrãs gigantes.”

(Fonte: http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181&contentid=2E1EB95B-B85C-41C0-8A81-3992150B4B30&h=8)

Finalmente, parece-me inadmissível que o país fique paralisado, em plena crise, pela visita de um homem comum, um “guru” enganador! Ao ponto dos bispos pedirem tolerância de ponto:

“Os bispos portugueses esperam que o Governo ceda tolerância de ponto aquando da visita do Papa a Portugal. O assunto está ainda a ser alvo de conversações, mas tudo indica que sejam consentidas 'algumas faltas ao trabalho'. Esperamos que sejam dadas facilidades às pessoas para que possam assistir às cerimónias públicas em que o Santo Padre esteja presente', disse ontem em Fátima o porta-voz da Conferência Episcopal, padre Manuel Morujão, sublinhando que, 'em nossa opinião, a tolerância de ponto será muito bem-vinda'.

Sendo certo que não haverá quatro dias de tolerância de ponto no País, o mais certo é que o Governo venha a concedê-la de forma faseada, para os dias 11, 13 e 14.”

(Fonte: http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181&contentid=2E1EB95B-B85C-41C0-8A81-3992150B4B30&h=8)

Isto é uma loucura! Ou melhor, é possessão demoníaca.
Por favor, ouçam o clamor de Cristo:

“Sai dela Povo Meu”

Sem comentários:

Não Deixes de Ler:

- A Bíblia Sagrada.



- A série O Grande Conflito, de Ellen White, composta por cinco livros, os quais tratam da história do trato de Deus com o Seu povo, desde o princípio até ao porvir:Patriarcas e Profetas, Profetas e Reis, O Desejado de Todas as Nações, Actos dos Apóstolos, O Grande Conflito (ou A Grande Controvérsia).



Um Resgate Pleno e Completo

"Por meio de Cristo provê-se ao homem tanto a restauração como a reconciliação. O abismo produzido pelo pecado foi transposto pela cruz do Calvário. Foi pago por Jesus um resgate pleno e completo, em virtude do qual o pecador é perdoado e mantida a justiça da lei. Todos os que crêem que Cristo é o sacrifício expiador podem chegar a Ele e receber o perdão dos pecados; pois pelos méritos de Cristo, franqueou-se a comunicação entre Deus e o homem. Deus pode aceitar-me como filho Seu, e eu posso reclamá-lo como meu Pai amoroso e nEle me regozijar."- Review and Herald, 1 de abril de 1890.



Queres ser feliz?
"O coração humano não conhecerá felicidade enquanto não se submeter a ser moldado pelo Espírito de Deus."Ellen White, Eventos Finais, Pág. 65.


A cada instante... sob a direcção do Espírito
“Não há um impulso de nossa natureza, nem uma faculdade do espírito ou inclinação do coração, que não necessite de achar-se a todo o instante sob a direcção do Espírito de Deus. … Portanto, por maior que seja a luz espiritual de alguém, por mais que goze do favor e bênção de Deus, deve andar sempre humildemente perante o Senhor, rogando pela fé que Deus lhe dirija todo o pensamento e domine todo impulso.” Ellen White, Mensagens aos Jovens, pág. 62.


Como é que se opera a transformação do carácter?
“O conhecimento de Deus, segundo a revelação dada em Cristo, eis o que devem ter todos quantos se salvam. É o conhecimento que opera transformação no carácter. Recebido, esse conhecimento recriará a alma à imagem de Deus. Comunicará a todo o ser um poder espiritual que é divino.” Minha Consagração Hoje – Meditações Matinais , pág. 293.





NEM UMA HORA SEM ORAÇÃO
“Satanás está bem ciente de que a mais débil alma que permaneça em Cristo é mais que suficiente para competir com as hostes das trevas, e que, caso ele se revelasse abertamente, seria enfrentado e vencido. Portanto, procura retirar das suas potentes fortificações os soldados da cruz, enquanto jaz de emboscada com as suas forças, pronto para destruir todos os que se arriscam a penetrar em seu terreno. Unicamente com humilde confiança em Deus, e obediência a todos os Seus mandamentos, poderemos achar-nos seguros.
Ninguém, sem oração, se encontra livre de perigo durante um dia ou uma hora que seja. Especialmente devemos rogar ao Senhor sabedoria para compreender a Sua Palavra. Ali estão revelados os estratagemas do tentador, e os meios pelos quais se pode a ele resistir com êxito.” Ellen White, O Grande Conflito, pág. 535, cap. Os ardis de Satanás


DIVULGA!

Se tens apreciado este blogue, partilha com os teus amigos!
http://caiubabilonia.blogspot.com/